18 de setembro de 2011

O amor é uma monja com fogo

"O amor é um espírito que dentro de nós faz bagunça. Quando acreditamos que está bom do jeito que está, ele vem e joga tudo para o ar. Não é que faça por maldade, simplesmente quando não damos a devida atenção, nos bate e grita. Fala que vai embora e esmurra nosso peito; bate a porta e vai embora. Diz alto e em bom tom que não volta nunca mais. Finge e dissimula; faz lágrimas no coração e quando percebe que não será feliz, bota os rabinhos entre as pernas e retorna. Volta sereno. O amor é uma monja que por debaixo da saia, esconde um fogo que uma hora ou outra, volta a incendiar!"
Kleberson M.

10 comentários:

Gregory Anacleto disse...

Muito bom o blog ! Com bastante conteudo para a reflexão e informação..
Abraços e sucesso
www.mestredorocknroll.blogspot.com
entra e confira algumas novidades

Diogo disse...

Interessante essa maneira de analisar o amor. Parabéns pela postagem.

Diogopensamentos.blogspot.com

lollyoliver disse...

Muito interessante sua forma de analisar o amor!
http://lollyoliver.wordpress.com

Gustavo disse...

Um jeito seu de pensar e botar para fora. Como te conheço, sei bem quando é ficção e quando é realidade. No seu caso: você é a realidade transformada em ficção.

JJr disse...

GOSTEI DA FOTO.

www.mundodse.com disse...

Interessante, essas suas palavras... O amor é cheio de definições, mas o que gostei mesmo foi a imagem! =]

Café de Fita disse...

bom jogo de palavras e de imagens


http://cafedefita.blogspot.com/

neetho brasil disse...

Caramba, que bacana. O modo como você faz a análise do amor é muito interessante. ADOREI! :D

Sou novo na área colega, espero você hein *-*
http://amigoperigo.blogspot.com/

Cleber disse...

Adorei!

PsychoFrompy disse...

Blog bacana ^^

http://psychofrompy.blogspot.com/