21 de setembro de 2011

Tanta exatidão

“É exatamente isso que acontece. A gente tem medo da gente mesmo. Tem receio de fazer e se arrepender ou de ser falado, comentado. Temos tanto medo que por vezes, tanto idiotas… Deixamos escapar as maiores oportunidades de nossas vidas. Perdemos quem pode vir ser nossos amigos, pois não conseguimos compreender que a vida é uma só e tudo tem retorno. Se escondo por detrás de uma máscara sem graça. Pense: houve-lhe alguma proposta feita pela vida que já negou? Se sim, caíra sobre sua cabeça o fardo da solidão. E se não, a vida lhe concederá sempre mais do que simplesmente as poucas coisas que se quer…”

3 comentários:

Davi Drummond disse...

por receio as vezes a gente perde mtas coisas =))

to seguindo aqui, segue o meu?

www.foiporquerer.blogspot.com

lollyoliver disse...

É, as vezes a gente perde muitas coisas mesmo se a gente por alguma razão sentir receio de algo..
http://lollyoliver.wordpress.com/

Fernanda disse...

Medo da gente mesmo é o que mais se tem. Está certo: tememos arriscar o que quer que seja porque nos assusta nossa potência ou nossa imbecilidade. Dizemos nos conhecer e sempre agimos como se não conhecêssemos -- e soubéssemos disso. Beijos e sucesso!