2 de janeiro de 2012

Uma, duas, três... Frases

E se toda nossa vida fosse resumida em uma frase? Não daria certa. Nossa história é cheia de pontos, vírgulas e reticências. Mas e se nossa vida fossem frases soltas? Diria que é assim mesmo. Bom é conseguir escrever, cada coisa, cada detalhe e mesmo que desconexos, continuar escrevendo. Só quem vive ou viveu alguma coisa que tanto amou na vida, consegue chegar ao final de cada página e virar. Então, que sejamos frases e não apenas palavras. Jamais esqueçamos que nossa vida não é um monologo, claro, vez em quando é necessário recorrer à solidão, mas também é necessário estreitarmos os laços, mesmo que não durem para sempre, mesmo que nos tragam feridas, mesmo que os mesmos nos façam sentir isso ou aquilo.

Quando enfim, percebemos que vivemos de forma intensa, as proporções de nossas conquistas serão intimas e gratificantes, portanto, escrevamos a vida assim, meio torta, meio sem sentindo, meio infeliz, meio sem graça, meio pra baixo, meio sei lá. Uma hora dessas, a frase que completará a vida meio torta, será aquela que nos permitiu caminhar nas curvas da vida. Perceberemos que a continuação de uma vida sem sentindo é que encontramos com pessoas como a gente e conseguimos dar alguns minutos de razão para as nossas incoerências. O que segue o nosso estado de meio infeliz, é um copo cheio de felicidade, basta nos permitirmos; depois das coisas sem graças, os gozos e alegrias, as satisfações. E se estivermos meio pra baixo, ou como se diz muito hoje em dia, “meio sei lá”, vamos apagar a luz, deitar em nossa cama e cumprir o ritual: pensar, chorar, chorar e pensar... Cabem mais verbos a esses momentos e cada um sabe o que lhe é melhor.

Pensar e chorar não são ruins. Muito menos estar para baixo ou meio “sei lá”. Na nossa vida, tudo pode acontecer e se aparecem o que nos é ruim, é porque é momento de se aprender. Enganam-se aqueles acha que não vai mais sofrer, ou chorar, ou isso, ou aquilo. Engana-se o humano que acha que já viveu de tudo na vida. Engana-se aquele que não acredita que pode fazer diferente.

Se a frase está completa, vire a página, ainda tem muito espaço em branco para preencher. Não importa se fará sentido ou não. Perdemos muito da vida por querermos estar sempre, metricamente certos. Não há erro quando se estão vivendo seus sonhos, suas vontades. Não há engano quando aparecem os medos, as aflições. Não há um céu se não passamos por um inferno. Não há alegria se não conhecemos a tristeza. Não há saudade, se um dia não vimos partir o que e quem mais amou. Sabe? A vida é uma caixinha de surpresa e dela só tiram as coisas boas quem merece e as ruins, quem a procura. Se depois da queda nos vem à oportunidade de levantarmos, por que esperar que alguém nos note e estenda uma mão para ajudar? Claro que isso é bom, mas lembrar que tudo o que temos são reflexos de nossas ações, nos impulsiona não por orgulho fazer tudo sozinho, mas a estar preparado para ajudar alguém que ainda não compreendeu, que mesmo que escrevamos algum capítulo de nossa história junta de alguém, no final o livro fechado e aberto, será o nosso, com as nossas coisas, nossas escolhas, nossos crimes e nossas absolvições!

7 comentários:

Arash Gitzcam disse...

Mto bom texto... preencher as páginas... e lembrar de virá-las! Pois há mto ainda a ser vivido...

Bruno disse...

Acho que a vida de muitas pessoas é uma frase. Muito legal o teu blog! se puder passar no meu e comentar agradeceria! abraço! www.garrotebox.com

Rafael Botter disse...

Um bom texto pra começar o ano de 2012,parabéns pelo seu blog,seu texto está muito bem escrito.Passe no meu blog tb.http://blogdopr-livroselivros.blogspot.com/

Morini disse...

Como sempre, um belo texto.

http://umlivroqualquer.blogspot.com/

BlogMaster disse...

Adorei seu texto, muito bom!
Parabéns!

http://futeblog-blogmaster.blogspot.com/

Ana Paula disse...

Profundo, mas verdadeiro.
Muitas pessoas hoje em dia fecham a mente porque acham que já viveram de tudo, é triste, e as vezes conviver com uma dessas gera estrigas que só nos resta chorar. U-U

Erika Rosa Souza disse...

Belo texto,e como Ana disse,mts acham que ja viveram e estacionam??!abraço.

Siga-me e deixe um comentário.

http://erikag12.blogspot.com/