9 de abril de 2012

Suor

Perdi o contato
Sua pele se afastou do meu corpo
Tua cicatriz
Não arranha mais meu tecido
E teu suor
Não embebeda mais meus poros.

2 comentários:

Célia Rangel disse...

Às vezes, um afastamento é sadio...
Bj. Célia.

Jéssica do Vale disse...

Quando há o afastamento,
nem sempre há a solidão.