8 de agosto de 2012

Volte e seja o meu Caos

Diga-me quando volta que eu ainda posso te esperar. Talvez eu diga que não, mas eu tenho aguardado sua volta, desde aquele último encontro, daquela ultima noite em que estivemos juntos, desde sempre. O que o universo uniu, não somos capazes de destruir. Nem mesmo a distância tem sido motivo para me fazer querer te esquecer. O lugar que te prometi, ainda está reservado, é seu, nosso... Uns chamariam de loucura, e eu digo: é loucura mesmo. Menino, entrastes em minha vida e tens invadido de tal maneira os meus sonhos, até mesmo os acordados, mas principalmente aquele que tenho quando deito e me apago. Sei que também estive te visitando em pensamentos, mas me digas quando volta e volte. Diga que sente por mim um sentimento bom e sinta, me faça um pouco seu, uma pequena parte do seu coração e sinta-se a vontade a estrear em meu nauseado coração... E volte, simplesmente te quero logo, aqui!

Um comentário:

Arianne Barromeu disse...

Kleberson, às vezes dizemos que vamos esperar o tempo que for necessário, mas acontece que nem tudo é como deve ser. Por que esperar? Corra até o que quer e consiga. (:

Beijos,
http://eppifania.blogspot.com/